Foco sobre o Eufrates no DocAlliance

5 Colombe

O Doclisboa integra uma estrutura de festivais a nível europeu, o DocAlliance, que tem o seu próprio canal online. Onde agora, e durante as próximas duas semanas, se podem ver alguns dos filmes que passaram no foco do festival, com a curadoria do co-director Davide Oberto e sob o título Navegar o Eufrates, Viajar no Tempo do Mundo. São eles:

Yol: the Full Version, Yilmaz Güney, Şerif Gören
História de um grupo de prisioneiros libertados a braços com a ditadura militar na Turquia e a aniquilação do povo curdo. Palma de Ouro no Festival de Cannes em 1982, banido durante 35 anos na Turquia, o filme foi restaurado e estreou em Cannes, em 2017.
Buvards, Aïda Kébadian, Jacques Kébadian
As pinturas de Aïda Kébadian contam histórias. Esta montagem em vídeo conta algumas delas, entre o desenraizamento e a errância.
Arménie 1900, Jacques Kébadian
Servindo-se de fotografias, gravuras, desenhos e cartas, Kébadian cria um álbum de família imaginário de uma criança arménia nas vésperas do genocídio de 1915.
Colombe et Avédis, Jacques Kébadian
Avédis vivia em Meudon e todas as semanas visitava a campa da mulher, Colombe. Serge Avekidian, seu neto, conta as suas vidas enquanto arménios a viver em França: uma história de amor. (Na imagem.)
Les Cinq Soeurs, Jacques Kébadian
Chouchan Kébadian começou a pintar com 70 anos. Pinturas desoladas, mas fascinantes, com cores orientais e musicais, compondo o seu retrato.
The Marshes, Kassem Hawal
“Em 1992, em resposta a insurreicções contra a chamada “Guerra do Golfo”, o ditador Saddam Hussein ordenou o arranque de canaviais e papiros numa região denominada Al Ahwar (“os pântanos”) e empurrou as pessoas para a fronteira com o Irão. Depois, drenou a região inteira, destruindo um habitat com cinco mil anos. Mesmo antes de o fazer, ordenou a queima de todos os negativos e cópias do meu filme.” Kassem Hawal
Sound, Kassem Hawal
À semelhança de uma aguarela difusa, o Eufrates pintou as terras que toca com os tons do exílio.
American Military Mission to Turkey and Armenia: the Expedition of John Harbord in Armenia, Ministério da Defesa dos EUA
Em Agosto de 1919, John Harbord é enviado pelo presidente Woodrow Wilson ao Médio Oriente, para analisar a viabilidade da Declaração de Balfour. Deve igualmente fazer um relatório sobre as relações turco-arménias no rescaldo do genocídio arménio. Como explicou Jay Weissberg, estas “imagens constituem um registo notável de uma região destruída pela guerra. (…) O Congresso acabou por ignorar o pedido de mandato de Wilson, abrindo caminho para a invasão soviética de 1922.”
Mais sobre o DocAlliance aqui.

Notícias