Regulamento

1. O Arché é um laboratório de actividades profissionais a ter lugar no contexto do Doclisboa – Festival Internacional de Cinema. Em 2019, o Arché e o MRG//Work, com o apoio do Programa Ibermedia, unem-se dando origem ao projecto RAW – Residências Arché→Work. O Arché decorre, também no contexto do festival Porto/Post/Doc.

2. O RAW é um programa de desenvolvimento criativo e formação, realizado entre Lisboa e Madrid que inclui actividades nos laboratórios Arché e MRG//Work e residências artísticas.

3. O programa visa criar um espaço privilegiado de formação e desenvolvimento, que procura dar continuidade à parceria entre os laboratórios Arché e MRG//Work e colocar o eixo Lisboa-Madrid ao serviço de uma indústria plural e viva de cinema independente de não-ficção e incentivar colaborações e co-produções entre países ibermedia. Está atento aos projectos e aos autores, considerando o processo de produção, acima de tudo, como um processo autoral. É sua intenção incentivar também a investigação e crítica, partindo dos seus principais desafios e inovações.

4. Em 2019, as actividades do Arché decorrem entre 17 de Outubro e 30 de Novembro, com o seguinte calendário:
17 – 27 de Outubro: Arché (Lisboa)
28 de Outubro – 19 de Novembro: Residências Artísticas
20 – 30 de Novembro: MRG//Work (Madrid)
No contexto do Porto/Post/Doc, o Arché decorre de 26 a 30 de Outubro.

5. O programa é composto por oficinas de desenvolvimento de projecto, sessões de apresentação de projectos, tutorias individuais, um programa de masterclasses e mesas redondas, uma oficina formação em investigação e crítica e residências artísticas. Estas actividades terão lugar em Lisboa (no contexto do Arché), em Madrid (no contexto do MRG//Work) e no Porto (Porto/Post/Doc)

6. O Arché é dedicado a projectos de cinema com forte implicação no real, de matriz documental, que experimentem as potencialidades e limites desta mesma natureza e a jovens investigadores na área do cinema iberoamericano.

7. O Arché é exclusivamente dedicado a autores oriundos de países ibermedia, a saber, Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Equador, El Salvador, Espanha, Guatemala, Honduras, Itália, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Perú, Portugal, Porto Rico, República Dominicana, Uruguai e Venezuela.

8. O prazo de abertura de candidaturas será anunciado anualmente no site www.doclisboa.org e no site www.margenes.org.

9. A inscrição é gratuita.

10. A inscrição pressupõe o preenchimento do formulário de inscrição e o envio dos materiais definidos no aviso de abertura. As candidaturas que não cumpram os requisitos aí estabelecidos, não serão consideradas.

11. A selecção e escolha dos projectos será feita pelos coordenadores do projecto, convocando para tal, caso o entendam, profissionais relevantes do sector.

12. Os seleccionados serão notificados por e-mail até um mês antes do início das actividades. Esta informação ficará sob embargo até ao seu anúncio oficial por parte da organização no site www.doclisboa.org e no site www.margenes.org.

13. Os participantes autorizam que as informações e materiais enviados sejam publicados no catálogo e website oficiais dos festivais e demais materiais promocionais.

14. Os realizadores e produtores dos projectos seleccionados deverão comprometer-se a utilizar o logotipo oficial na ficha técnica do filme e em todos os materiais promocionais. O logotipo pode ser descarregado aqui

15. No caso de projectos vencedores de um prémio no contexto do Arché o do MRG//WORK, o logotipo do parceiro do prémio deverá igualmente ser incluído na ficha técnica do filme.

16. A inscrição de um projecto pressupõe o conhecimento e a aceitação do presente regulamento.

17. A direcção do festival Doclisboa e do festival Márgenes decidirá sobre todas as matérias não constantes do presente regulamento, de acordo com as regras internacionais de festivais de cinema.

Arché