#2 Existência incorporada

Steve Reinke, Dani ReStack, Sheilah ReStack
com Mania Akbari

O ensaísta e artista Steve Reinke junta-se à dupla de artistas Dani e Sheilah ReStack, para pensar um discurso fenomenológico de natureza queer da prática documental que questiona o que um artista faz com o mundo. Apoiando-se na “domesticidade selvagem” da dupla Restack, Reinke estende-a à análise da forma como a “subjectividade selvagem” – uma abordagem híbrida do cinema, que alterna entre várias – abre um novo leque de possibilidades de representação da plenitude infinitamente complexa da existência no mundo e reinscreve essa representação com os processos físicos e sensuais de uma existência incorporada.

A Boy Needs a Friend | Steve Reinke | 2015
Come Coyote | Dani Leventhal ReStack | 2019
A Moon for My Father | Mania Akbari, Douglas White | 2019
Strangely Ordinary This Devotion | Dani ReStack, Sheilah ReStack | 2018

23 OUT das 10.30 às 13.00, Culturgest – Sala 4

Sobre os bolseiros do programa UNDO Fellowship

Dani ReStack, Sheilah ReStack
“Dani e Sheilah ReStack embarcaram numa relação artística que é formal e emocionalmente contígua às suas vidas domésticas, um quotidiano que partilham com a sua jovem filha Rose. Ambas as artistas têm as suas carreiras individuais. Nem o trabalho em vídeo de Dani, nem as instalações e performances multimédia de Sheilah nos podiam propriamente preparar para a força do trabalho colaborativo das duas mulheres.” Michael Sicinski
(Cinema Scope, 2017).

Steve Reinke
Artista e escritor, mais conhecido pelos seus ensaios em vídeo baseados em monólogos. É autor de dois livros, co-editou quatro antologias e escreveu dezenas de ensaios, sobretudo sobre filmes de artistas. É professor de teoria e prática artística na Universidade de Northwestern. O seu trabalho é representado pela galeria Isabell Bortolozzi, em Berlim.

Sobre os realizadores convidados

Mania Akbari
Mania Akabari (Teerão, 1974) é uma artista e cineasta internacionalmente aclamada. Os seus filmes provocadores, revolucionários e radicais foram recentemente objecto de retrospectivas no BFI (Londres, 2013), DFI (Dinamarca, 2014), Festival Internacional de Cinema de Oldenburg (Alemanha, 2014), Festival de Cinema de Chipre (2014) e Nottingham Contemporary (Reino Unido, 2018). Akbari foi exilada do Irão e vive e trabalha actualmente em Londres.

Seminário de Realização