O Doclisboa pretende questionar o presente do cinema, em diálogo com o seu passado e assumindo o cinema como um modo de liberdade. Recusando a categorização da prática fílmica, procuram-se as novas problemáticas presentes na imagem cinematográfica, nas suas múltiplas formas de implicação no contemporâneo. O Doclisboa tenta ser um lugar de imaginação da realidade através de novos modos de percepção, reflexão, novas formas possíveis de acção.
doclisboa
16–04-18

Estão Abertas as Inscrições para o Arché 2018

Estão abertas, até ao dia 15 de Junho, as inscrições para o Arché – laboratório de pensamento e desenvolvimento criativo, a decorrer de 21 a 27 de Outubro no contexto do Doclisboa – Festival Internacional de Cinema

 

Este ano, o Arché será novamente composto por três Oficinas, depois de, em 2017, ter apresentado uma Oficina de Desenvolvimento em Diálogo, tutorada por Laura Hueartas Millán, para projectos em fases distintas de produção. Os interessados porderão inscrever-se numa das três oficinas, compostas por 4 sessões:

 

 

OFICINA DE ESCRITA E DESENVOLVIMENTO DE PROJECTO
Oficina destinada a projectos em fase de escrita, para desenvolvimento temático e reflexão sobre as estratégias a desenvolver no filme, bem como elaboração de dossiê/guião e reflexão sobre estruturas de produção.

 

OFICINA DE VISIONAMENTO E DISCUSSÃO DE PROJECTOS FINAIS
Esta oficina acolhe filmes cujo trabalho está em curso – projectos já rodados, em fase de montagem, que serão discutidos quanto à sua forma final.

 

OFICINA DE DESENVOLVIMENTO EM DIÁLOGO: ESCRITA E MONTAGEM
Esta oficina é destinada a projectos em várias fases de desenvolvimento e visa, através de exercícios práticos, estimular o desenvolvimento do trabalho criativo através da associação e da percepção sensorial dos vários projectos participantes, aqui postos em diálogo.

 

 

Para além das oficinas, os participantes do Arché participam, ainda, num momento de apresentação dos seus projectos a profissionais de cinema convidados do Doclisboa, e em encontros individuais com os mesmos. Paralelamente, serão organizados encontros, debates e masterclasses em torno de questões profissionais, abertos a todos os profissionais de cinema.

 

Em continuidade com o trabalho iniciado em 2017, o Arché está aberto a projectos não só portugueses e espanhóis, mas volta a convidar projectos oriundos da América Latina e países de língua oficial portuguesa, com o objectivo compatibilizar meios e estruturas de produção, aproximar geografias cinematográficas, incentivar e promover redes de criação, de diálogo e de colaboração.

 

Neste sentido, o Doclisboa renova a sua colaboração com o MRG//Work, laboratório de desenvolvimento do festival espanhol Márgenes, que irá contar com a participação de um projecto português. Por outro lado, o Doclisboa estabeleceu para 2018 uma parceria com o Mardoc Lab, laboratório de desenvolvimento do Festival Internacional de Cinema de Mar del Plata (Argentina), através da qual irá acolher um projecto argentino numa das suas oficinas.
 

 

Na sua última edição, o Arché recebeu um total de 113 candidaturas, tendo acolhido 20 participantes, num total de 13 projectos nas suas oficinas, e atribuiu dois prémios: Prémio Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas, uma residência artística de duas semanas, atribuído a Folha 84, de Catarina Mourão, e o Prémio Walla Collective, prémio em serviços técnicos de pós-produção no estúdio da Walla Collective, atribuído a Silvia, de María Silvia Esteve.

 

Para mais informações sobre as inscrições ao Arché, poderá consultar a informação aqui ou escrever para arche@doclisboa.org.

Newsletter

Doclisboa
Casa do Cinema
Rua da Rosa, 277 - 2º
1200-385 Lisboa
+351 914 570 001
+351 913 672 710
doclisboa@doclisboa.org