pt en
18-10-2014
Sessões únicas na 12ª edição do Doclisboa

O Doclisboa’14 apresenta em sessão única os filmes portugueses Ossos (1997), de Pedro Costa, exibido no dia 21 de Outubro e Os Mutantes (1998), de Teresa Villaverde, no dia 22 de Outubro. Os filmes, inseridos na retrospectiva “Neo-Realismo e Novos Realismos”, têm apresentação marcada para as 19h30, dos respectivos dias, no Grande Auditório da Culturgest.

Inserido na mesma secção, destaque para a exibição de um filme fundamental para o Neo-realismo italiano, Europa 51 (1952), de Roberto Rossellini, que conta com a actriz Ingrid Bergman e tem apresentação única às 16h30 do dia 26 de Outubro, no Cinema São Jorge.

Em “O nosso Século XX – O Cinema face à História”, o filme Parole de Kamikaze de Masa Sawada, sobre um veterano de 90 anos do Exército Imperial japonês, também é apresentado em sessão única, no dia 17 de Outubro (21h30), numa nova sala do Festival, o Cinema City Campo Pequeno.

O público pode ver ainda From What is Before, do realizador filipino Lav Diaz, exibido em sessão única no dia 22 de Outubro, às 19h45, no Cinema Ideal. Inserido na secção “Riscos”, o filme, galardoado com o Leopardo de Ouro no Festival de Locarno deste ano, tem apresentação numa das novas salas com que conta a 12ª edição do Doclisboa.

Entre as sessões únicas do Festival, cabe destacar The Pittsburgh Documents, do realizador norte-americano Stan Brackhage, marcado para dia 25 de Outubro, às 18h30, no Pequeno Auditório da Culturgest, uma cópia restaurada pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood.

A trilogia, formada pelos filmes Deus Ex (1971), The Act of seeing with One’s Own Eyes (1971) e Eyes (1975) faz parte da secção “Riscos” do Festival e constitui um marco na carreira de um dos realizadores maiores do cinema experimental americano do século XX.